Escola de Formação


Conheça o novo projeto da Escola de Formação: Relatos de uma Vivência Única

A Escola de Formação - EF é um núcleo de estudos e pesquisas concebido pela sbdp a partir de 1998, com o objetivo de desenvolver e disseminar uma cultura jurídica de reflexão interativa, não formalista e voltada à pesquisa em direito, dedicada ao estudo da jurisdição constitucional.

Para alcançar esse objetivo, a EF proporciona aos seus alunos, ao longo de um ano, a oportunidade de analisar rigorosa e sistematicamente a jurisprudência do STF. A partir de uma perspectiva crítica do modo de decidir e da argumentação adotada por seus ministros, os alunos discutem e aprendem a respeito de temas substantivos que passam pelo tribunal, além de participarem de aulas para a discussão de metodologia de pesquisa e direito público. O resultado de um ano intenso de estudo e dedicação se encerra com a apresentação de um projeto de pesquisa elaborado individualmente pelos alunos a uma banca acadêmica.

Funcionamento e metodologia

As atividades da EF são realizadas duas vezes por semana, às segundas-feiras, das 15h às 17h30, e às quartas-feiras, das 14h às 15h40, além da participação nos cursos de Metodologia Científica e de Direito Público. A preparação necessária para as aulas é a leitura semanal de decisões do STF, além de textos indicados para cada aula e estudos dirigidos elaborados por alunos e ex-alunos.

Curso de Metodologia Científica

No primeiro semestre, os alunos da EF participam do curso de Metodologia Científica, coordenado pela Profª. Luiza Corrêa. As aulas ocorrem às sextas-feiras, das 15h às 17h30. Durante o curso, são discutidos temas relativos aos critérios científicos na elaboração de textos acadêmicos para auxiliar os alunos na preparação da monografia.

Curso anual de Direito Público

Além dos encontros semanais da EF e do Curso de Metodologia Científica, os alunos participam do curso anual de Direito Constitucional, que ocorre às quartas-feiras, das 16h às 18h. O objetivo da participação dos alunos é receber subsídios teóricos para analisar a jurisprudência do STF a partir de uma abordagem problematizante dos desafios contemporâneos de interpretação constitucional.

Monografia

Durante o ano, os alunos elaboram uma monografia sobre uma pesquisa de jurisprudência do STF, sob a orientação de um professor orientador, que é defendida diante de uma banca acadêmica ao final do ano. Ao prepará-la os alunos têm a oportunidade de se defrontar com as dificuldades e escolhas metodológicas subjacentes à realização de um trabalho empírico e de manuseio de decisões judiciais. Veja algumas monografias já realizadas por ex-alunos no Banco de Dados das Monografias;

Quem pode cursar?

A EF está aberta a graduandos em direito de todas as faculdades, independente do ano em que estejam cursando, que sejam aprovados no processo seletivo da EF, composto por duas fases: na primeira, os candidatos apresentam um ensaio sobre um tema previamente selecionado; e na segunda, os aprovados na primeira fase são convidados para uma entrevista com a coordenação da EF, atualmente composta pela professora Bruna Pretzel, mestre pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo - USP e da monitora Fernanda Mascarenhas Marques, graduanda pela PUC-SP.

O processo seletivo acontece anualmente entre dezembro e fevereiro, sendo que as atividades da EF têm início em março e se encerram em dezembro com a defesa da monografia. Para acessar as instruções para o processo seletivo da Escola de Formação 2015, clique aqui.

Projetos da Escola de Formação

O Amigo EF foi criado visando à interação entre os atuais alunos e ex-alunos da EF, a partir de uma relação de tutoria. O ex-aluno que se interessar em participar do programa se torna o amigo tutor do novo aluno, estimulando e ajudando em suas dúvidas sobre metodologia do curso e discussões acerca da elaboração da monografia, como escolha do tema, elaboração do projeto e outras dúvidas que possam surgiam ao longo do ano.  

DuplaMente EF é um novo projeto da sbdp, que acaba de sair do forno. Seu principal objetivo é estimular parcerias acadêmicas entre alunos da Escola de Formação – EF e seus respectivos orientadores, voltadas à elaboração, em coautoria, de artigos acadêmicos que tomem por base as monografias de conclusão da EF. São duas, portanto, as metas do projeto: incentivar pesquisas coletivas e viabilizar a divulgação, nas principais revistas jurídicas brasileiras, de bons trabalhos acadêmicos produzidos por jovens pesquisadores.

Artigos sobre a EF. Muitos ex-alunos escrevem artigos sobre suas experiências de participação da EF, relatando a principal contribuição do núcleo à formação profissional e pessoal e enfatizando a importância da construção de uma nova forma de estudo do direito. Confira abaixo alguns desses artigos:

"Por que estudar o STF?", de Conrado Hübner Mendes.

"Escola de Formação: um jeito de pensar", de Diogo R. Coutinho. 

"A experiência na Escola de Formação", de Lucas Rodrigues.

"Despertando sonhos", de Patrícia Pessôa.

"Qual é a contribuição da Escola de Formação para o aluno de Direito?", de Henrique Motta Pinto.

"Cursar para pensar", de Adriana de Moraes Vojvodic.

"A contribuição da Escola de Formação para o aprendizado do direito", Clarissa Ferreira de Melo Mesquita.

"Minha experiência na EF", de Ticiana Nogueira da Cruz Lima.

"Escola de Formação: um estágio diferente", Guilherme Jardim Jurksaitis.


 

Alunos
Ex-Alunos

CURSOS

Quar

07

Mar

2018

Escola de Formação Pública 2018 - 1º Semestre

Coord: Mariana Vilella

Quartas e Sextas-feiras, das 14h00 às 15h40