Monografias

Este material pode ser reproduzido desde que citadas a fonte e as
referências bibliográficas de acordo com as normas vigentes.


Título O STF e o Caso das Biografias Não Autorizadas: A argumentação dos ministros e ministras na ADI 4.815/DF a partir da ótica da coletividade e individualidade
Autor Fernando Romani Sales
Ano 2016
Orientador Luciana de Oliveira Ramos
Palavras-chave Biografias; Liberdade de expressão; Direito à informação; Direitos da personalidade; Coletividade; Individualidade.
Banca Examinadora Luciana de Oliveira Ramos e Theófilo Aquino
Resumo da Monografia


A monografia analisa a argumentação dos ministros e ministras na decisão da ADI 4.815/DF, popularmente conhecida como o caso das biografias não autorizadas. A partir da ótica da coletividade e individualidade, foi possível observar a presença de tais noções nas razões de decidir de cada magistrado e magistrada, bem como suas relações com os direitos fundamentais que estruturam o pano de fundo do caso: as liberdades de expressão e informação e os direitos da personalidade. A metodologia da pesquisa parte da estruturação e definição de duas categorias de análise, o interesse da coletividade e o interesse individual, enquanto o processo de análise de cada voto se constrói a partir da identificação, classificação e justificação de tais categorias nas argumentações apresentadas. As conclusões evidenciam a presença de argumentos ligados às categorias de análise dos votos que compõem o acórdão, e a massiva aparição de fundamentos em prol da coletividade denuncia a preocupação e o entendimento da Corte sobre tal aspecto, principalmente quando ligado aos direitos fundamentais que norteiam a discussão da ADI.


CURSOS

Sext

09

Mar

2018

Escola de Formação Pública 2018 - 1º Semestre

Coord: Mariana Vilella

Quartas e Sextas-feiras, das 14h00 às 15h40